HomeEsportes

🔶Mercedes confirma saída de Hamilton no fim da F1 2024; heptacampeão vai para a Ferrari em 2025

🔶Mercedes confirma saída de Hamilton no fim da F1 2024; heptacampeão vai para a Ferrari em 2025

Na tarde desta quinta-feira, horário de Brasília, veio a oficialização da 'bomba' que já 'pipocava' no noticiário da Fórmula 1 desde a madrugada e fo

🔶Atleta de Jiu-jítsu do ‘Manaus Olímpica’ conquista quatro medalhas em torneio nos EUA
🔶 Neymar dá presente ao Bolsonaro e recebe conselho do presidente
🔶 Neymar é do Al-Hilal: time da Arábia Saudita anuncia contratação. Jogador receberá 1,7 bilhão por 2 anos de contrato

Na tarde desta quinta-feira, horário de Brasília, veio a oficialização da ‘bomba’ que já ‘pipocava’ no noticiário da Fórmula 1 desde a madrugada e foi antecipada pelo Motorsport.com Brasil: o britânico Lewis Hamilton deixará a Mercedes no fim de 2024 e vai para a Ferrari em 2025. 

Com isso, o inglês fechará um ciclo de 12 temporadas com as Flechas de Prata no fim deste ano. Na equipe anglo-germânica, o inglês conquistou seis de seus sete títulos mundiais e se tornou recordista de vitórias e poles na categoria máxima do automobilismo.

“A equipe Mercedes-AMG PETRONAS F1 e Lewis Hamilton se separarão no final da temporada de 2024. Lewis ativou uma opção de liberação no contrato anunciado no ano passado”, comunicou nas redes.

“Tive 11 anos incríveis com esta equipe e estou muito orgulhoso do que conquistamos juntos”, disse Hamilton. “A Mercedes faz parte da minha vida desde os 13 anos. É um lugar onde cresci, então tomar a decisão de sair foi uma das decisões mais difíceis que já tive que tomar”.

“Mas é o momento certo para dar esse passo e estou animado para assumir um novo desafio. Serei eternamente grato pelo incrível apoio da minha família Mercedes, especialmente Toto [Wolff, chefe da equipe] por sua amizade e liderança e quero terminar em alta juntos. Estou 100% comprometido em entregar o melhor desempenho possível nesta temporada e fazer do meu último ano com as Flechas de Prata um ano inesquecível.”

Wolff afirmou: â€œEm termos de dupla de pilotos de equipe, nosso relacionamento com Lewis se tornou o mais bem-sucedido que o esporte já viu, e isso é algo que podemos olhar para trás com orgulho; Lewis sempre será uma parte importante da história do automobilismo da Mercedes”.

“No entanto, sabíamos que a nossa parceria chegaria ao fim naturalmente em algum momento, e esse dia chegou. Aceitamos a decisão de Lewis de procurar um novo desafio e é emocionante contemplar as nossas oportunidades para o futuro. Mas, por agora, ainda temos uma temporada pela frente e estamos focados em correr para entregar um 2024 forte”, completou o dirigente austríaco.

A ida de Hamilton para a Ferrari também representará o primeiro contato do veterano de 39 anos com um conjunto motriz que não é da Mercedes na F1 — no seu time anterior, a McLaren, o piloto também era impulsionado pelos motores alemães.

A unidade de potência, aliás, será um elemento interessante da ‘manobra’ de Lewis, uma vez que, em 2026, a elite global do esporte a motor terá um novo regulamento, cujo foco especial está nos conjuntos motrizes.

De todo modo, o fato é que o atual arranjo contratual de Hamilton com as Flechas de Prata permitiu a transferência do britânico para o time de Maranello, uma vez que o acordo vigente entre o inglês e a Mercedes tem ‘permanência obrigatória’ só até o fim de 2024, e não 2025.

Explica-se: o vínculo tem uma cláusula que, caso exercida mutuamente entre as partes, geraria uma extensão contratual automática até o fim de 2025. Obviamente, essa permanência estendida não acontecerá, já que Lewis escolheu ir para a Ferrari.

Com o movimento de Hamilton, quem deixará a Ferrari é o espanhol Carlos Sainz, cujo contrato com a equipe vermelha vai até o fim deste ano e, obviamente, não será renovado, já que o outro piloto, Charles Leclerc, já assinou extensão. O monegasco fica por “múltiplos anos” na escuderia.

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0