HomePolicial

đŸ”¶PolĂ­cia Federal quer mandato de dois anos para diretor-geral

đŸ”¶PolĂ­cia Federal quer mandato de dois anos para diretor-geral

A proposta foi apresentada pelo chefe da PF, Andrei Rodrigues, nessa semana, Ă s entidades da classe O Projeto de Lei orgĂąnica da PolĂ­cia Federal p

đŸ”¶DĂ©bora Menezes tem produtividade destacada em seu primeiro ano de mandato
đŸ”¶Maioria decide cassar mandato de deputado federal Silas CĂąmara e julgamento Ă© suspenso no TRE
đŸ”¶Congresso tem proposta que pode mudar composição do STF e impor mandato de 8 anos a ministros

A proposta foi apresentada pelo chefe da PF, Andrei Rodrigues, nessa semana, Ă s entidades da classe

O Projeto de Lei orgùnica da Polícia Federal propÔe um mandato de dois anos para o diretor-geral da corporação. A proposta foi apresentada pelo chefe da PF, Andrei Rodrigues, nessa semana, às entidades da classe.

A PF nĂŁo tem uma lei orgĂąnica com diretrizes para a carreira e conduta de delegados e agentes pelo Brasil. O mandato de dois anos, argumenta a PF, garantiria a independĂȘncia da corporação em relação ao presidente da RepĂșblica, que Ă© quem nomeia o chefe da PF.

O projeto prevĂȘ tambĂ©m a proibição da atuação polĂ­tico-partidĂĄria dos integrantes da PolĂ­cia Federal e pede que o diretor-geral tenha mandato de dois anos, garantindo a independĂȘncia em relação ao presidente da RepĂșblica, que Ă© quem nomeia o chefe da PF.

A proposta pede tambĂ©m que o diretor-geral tenha atribuição de nomear os superintendentes estaduais e decidir sobre a ocorrĂȘncia de concursos.

O projeto também pede que a lei orgùnica estabeleça, obrigatoriamente, que uma hora do expediente do agente ou delegado da Polícia Federal deve ser destinada para a pråtica de exercícios físicos.

“Uma hora do expediente destinada à prática da atividade física institucional, a qual será realizada em horário previamente aprovado e de acordo com o interesse do serviço”, diz a proposta.

O projeto foi apresentado para as entidades da classe, que poderão opinar no texto da proposta de lei. Após a aprovação da proposta pelos policiais federais, ele serå apresentado ao Ministério da Justiça, que terå a atribuição de apresentar ao Congresso Nacional.

Fonte: MetrĂłpoles

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0