CASO GEORGE FLOYD: Caso marcado pelos grandes protestos anti-racista Blacks Lives Matter. Tem início nessa segunda-feira (29). O julgamento de policial que provocou a morte de George Floyd.

Mais lidas
Julio Gadelha
Secretário da Redação e Analista Profissional de Marketing formado pelo Uninorte-AM

Um dos julgamentos mais esperados pela sociedade norte americana é o de Derek Chauvin, 45 anos, ex-oficial e veterano na polícia de Minneapolis. Acusado de homicídio doloso e culposo, ou seja, com e sem intenção de matar além de uma terceira acusação de assassinato de terceiro grau que na lei brasileira se assemelharia com lesão corporal seguida de morte. 

Por conta do caso emblemático a decisão do júri foi umas das mais complexas do sistema judiciário americano. Foram 11 dias e mais de 300 pessoas entrevistadas. Onde apenas 12 foram escolhidas e com apenas 4 delas sendo negras. A declaração de abertura da acusação prevista para hoje se inicia e a partir daí serão ouvidas as testemunhas, depois os interrogatórios. Com a duração de cerca de 2 semanas podendo levar até um mês. Seguidas pelos argumentos finais e passando para a deliberação do júri. Inocentando ou culpando o réu. 

O caso teve repercussão mundial após vídeo divulgado por testemunhas que cruzavam a rua em que George Floyd, 46 anos, afro-americano. Fora preso por usar uma nota falsa de US$20 para comprar um maço de cigarros. No vídeo, Floyd aparecia imobilizado no chão com os braços para atrás algemado, com a cabeça e o pescoço sendo pressionados pelo joelho do policial Derek Chauvin. Mesmo com os inúmeros apelos e gritos de Floyd que dizia “Não consigo respirar!” o ato de violência ainda se perdurou por surpreendentes 8min e 46s até que fosse chamada a ambulância e prestado os primeiros socorros. George Floyd foi declarado morto uma hora após o incidente. 

Sendo esse o estopim da maior manifestação contra o racismo e a violência policial no país desde a luta pelos direitos civis, liderada por Martin Luther King na década de 60. 

ESTAMOS COM FOCO NO FATO.

Um dos julgamentos mais esperados pela sociedade norte americana é o de Derek Chauvin, 45 anos, ex-oficial e veterano na polícia de Minneapolis. Acusado de homicídio doloso e culposo, ou seja, com e sem intenção de matar além de uma terceira acusação de assassinato de terceiro grau que na lei brasileira se assemelharia com lesão corporal seguida de morte. 

Por conta do caso emblemático a decisão do júri foi umas das mais complexas do sistema judiciário americano. Foram 11 dias e mais de 300 pessoas entrevistadas. Onde apenas 12 foram escolhidas e com apenas 4 delas sendo negras. A declaração de abertura da acusação prevista para hoje se inicia e a partir daí serão ouvidas as testemunhas, depois os interrogatórios. Com a duração de cerca de 2 semanas podendo levar até um mês. Seguidas pelos argumentos finais e passando para a deliberação do júri. Inocentando ou culpando o réu. 

O caso teve repercussão mundial após vídeo divulgado por testemunhas que cruzavam a rua em que George Floyd, 46 anos, afro-americano. Fora preso por usar uma nota falsa de US$20 para comprar um maço de cigarros. No vídeo, Floyd aparecia imobilizado no chão com os braços para atrás algemado, com a cabeça e o pescoço sendo pressionados pelo joelho do policial Derek Chauvin. Mesmo com os inúmeros apelos e gritos de Floyd que dizia “Não consigo respirar!” o ato de violência ainda se perdurou por surpreendentes 8min e 46s até que fosse chamada a ambulância e prestado os primeiros socorros. George Floyd foi declarado morto uma hora após o incidente. 

Sendo esse o estopim da maior manifestação contra o racismo e a violência policial no país desde a luta pelos direitos civis, liderada por Martin Luther King na década de 60. 

ESTAMOS COM FOCO NO FATO.

Matéria Originalmente Postado no Perfil do Instagram (@foconofato) no dia 29/03/2021

Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

🔶 Regulação da Mídia: Quais veículos Lula já ameaçou restringir ?

Presente no plano de governo do Partido dos Trabalhadores (PT), a regulação da mídia é uma bandeira antiga de Lula....
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img