OBSOLESCÊNCIA PROGRAMADA: Já percebeu que os mesmos produtos não duram tanto quanto antes? Ou que consertar algo de um modelo mais antigo se torna mais caro que um comprar um novo?

Mais lidas
Julio Gadelha
Secretário da Redação e Analista Profissional de Marketing formado pelo Uninorte-AM
  • Esses são sintomas da obsolescência programada. 

    Na geração do consumo se tornou mais comum e fácil comprar algo novo mais moderno do que consertar ou reparar eventuais produtos com defeito ou mal funcionamento, mas, será que esse comportamento é natural? Ou  fortemente influenciado pelas estratégias das empresas? 

    A obsolescência programada que é definida pela inovação tecnológica desde a mudança do design, aparência dos produtos a incrementos de novas funcionalidades e melhorias até que aos poucos irão deixando produtos anteriores obsoletos. Entretanto e raro encontrar, até nos melhores do ramo de atividade,  produtos que alcance definitivamente o tempo de vida útil sem apresentar defeitos e mal funcionamentos. Essa é a segunda vertente da obsolescência sendo ela a mais problemática, quando deliberadamente é reduzido o tempo de vida útil das mercadorias. 

    Como exemplo, dessa conduta a empresa de tecnologia Apple Inc. que foi condenada a pagar US$ 500 milhões nos EUA por conta de seus smartphones que foi comprovada a prática de obsolescência programada por meio de atualizações de software gratuitas que são disponibilizadas pela fabricante, a introdução de um aplicação chamada “Batterygate” que diminuía o desempenho das unidades de Iphone 6 e 7.  Além dela, e facilmente perceptível, a cultura dos descartáveis cada vez mais dentro da sociedade. Máquinas de lavar, geladeiras e carros antes eram produtos duráveis com vida útil bastante alongada de mais de 10 anos. Esses itens agora raramente resistem a tanto tempo. 

    Na nova ordem econômica mundial, é preciso inibir esse tipo de prática ainda mais aqui no Brasil que a legislação se mostra bastante fraca e ainda não abrange esse assunto de forma apropriada, pois, o problema é mais do que a simples compra de produtos novos. Dessa forma, os consumidores são coagidos a consumir por muitas vezes sem necessidade, gastando dinheiro e se endividando muitas vezes, sem falar no prejuízo ao meio ambiente que cada vez produz mais lixo não tratado, com ênfase no lixo eletrônico que é muito mais difícil sua reciclagem e mais danoso se tratando de contaminação dos solos e rios.

Matéria Originalmente Postado no Perfil do Instagram (@foconofato) no dia 01/04/2021

Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

🔶 Regulação da Mídia: Quais veículos Lula já ameaçou restringir ?

Presente no plano de governo do Partido dos Trabalhadores (PT), a regulação da mídia é uma bandeira antiga de Lula....
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img