ALERTA MÁXIMO: O Amazonas não pode relaxar com as medidas de prevenção e fiscalização das atividades comerciais liberadas

Mais lidas
Gabriel
CEO do Foco no Fato. Engenheiro Civil, pós graduado em Pavimentação de Estradas e Rodovias e realizando um MBA em Gestão Empresarial pela FGV.

Dois números divulgados neste final de semana aumentaram o nível do alerta sobre a possibilidade de o Amazonas enfrentar a 3ª onda da pandemia da Covid-19. O Estado voltou a entrar na lista dos que apresentam alta no número de mortes.  Segundo o Fantástico, da Rede Globo, são 14 estados e mais o Distrito Federal nessa relação.  O Amazonas vinha registrando queda na média móvel de mortes desde 18 de fevereiro, depois de enfrentar o segundo colapso em janeiro e fevereiro. Outro dado foi a divulgação de que 31% das pessoas que tomaram a primeira dose da Coronavac não voltaram na data marcada para receber a segunda dose, comprometendo assim a eficácia da vacina.

Vários vídeos circulando mostrando que nas proximidades da Praça do Caranguejo, a fiscalização da Lei Seca do Detran-AM flagrou 23 motoristas dirigindo alcoolizados na noite de sábado. Neste final de semana, vários bares foram flagrados também funcionando até as 3h30 da madrugada, todos lotados e sem nenhum respeito as medidas restritivas de prevenção a COVID-19, além de desrespeitar o toque de recolher, que restringe a circulação de pessoas entre 0h e 6h. O estado deve endurecer a fiscalização para evitar o pior.

Estamos com foco no fato.

Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

🔶 TSE recebe, hoje (8) em Brasília, grupo de advogados conservadores. Reunião ocorre depois de Fachin se reunir com, grupo de juristas pró-Lula

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Edson Fachin, vai receber um grupo de 12 advogados de movimentos...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img