NO PACOTE

Mais lidas
Gabriel
CEO do Foco no Fato. Engenheiro Civil, pós graduado em Pavimentação de Estradas e Rodovias e realizando um MBA em Gestão Empresarial pela FGV.

Aeroporto Eduardo Gomes de Manaus volta a fazer parte do lote arrematado pelo consórcio Vinci Airports

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, liberou nesta segunda-feira (26) a volta do Aeroporto Internacional de Manaus à lista de aeroportos leiloados pelo governo federal no último dia 7.

O terminal havia sido retirado do pacote de concessões na semana passada, após uma liminar do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A decisão rompeu o equilíbrio financeiro do edital, segundo Fux, e poderia causar insegurança jurídica.

No último dia 20, o ministro Humberto Martins, presidente do STJ, havia decidido que o aeroporto de Manaus não deveria fazer parte do bloco Norte do edital de concessão, também formado pelos terminais de Porto Velho (RO), Rio Branco (AC), Cruzeiro do Sul (AC), Tabatinga (AM), Tefé (AM) e Boa Vista (RR).

O bloco foi arrematado pelo consórcio Vinci Airports com proposta de R$ 420 milhões, um ágio de 777% em relação ao lance mínimo. O aeroporto de Manaus é um dos mais lucrativos deste pacote.

“A retirada de relevante aeroporto do contrato de concessão (…) rompe o equilíbrio financeiro estimado da contratação e desestrutura por completo sua modelagem técnica, tornando-a presumivelmente inviável do ponto de vista econômico”, escreveu Fux, em sua decisão.

Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

🔶 Novos ataques perto da maior usina nuclear da Europa geram temores com segurança

Os ataques se intensificaram no local da maior usina de energia nuclear da Europa durante a madrugada deste domingo, 7, enquanto o...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img