Coluna 14 de @fredmeloo
Tema: O MITO E A CPI DA VERGONHA ….

Mais lidas
Gabriel
CEO do Foco no Fato. Engenheiro Civil, pós graduado em Pavimentação de Estradas e Rodovias e realizando um MBA em Gestão Empresarial pela FGV.

No dia 01.05.2021 comemorou-se o dia do trabalhador, feriado no Brasil e em grande parte do mundo. Por aqui, os conservadores resolveram convocar uma manifestação em apoio ao Presidente Bolsonaro, sempre confiantes e movidos pelos sentimentos que refletem a indignação que começa a dominar o país, principalmente diante de tantas decisões absurdas vindas do congresso e do STF.

O Brasil virou um barril de pólvora: os poderes judiciário e legislativo parecem querer testar a força, a coragem e o poder do Presidente Bolsonaro; provocações não faltam e ele se mostra um fiel cumpridor da Constituição, mesmo com todas as “invasões” de poderes que temos testemunhado nestes últimos dois anos.

Não há registro na história política mundial de alguém tão combatido e perseguido pela mídia por ser no máximo “mal educado” e falar a verdade sem purismos. Ele não tergiversa, não mente, não corrompe e nem se deixa corromper, tem seus rompantes; para muitos deveria ser mais “político” e polido, falar palavras rebuscadas para agradar outros, entretanto, ele fez a opção de ser autêntico, e isso abre feridas num país que aprendeu a valorizar quem mente, rouba e corrompe.

A nível local, estamos vivendo um vexame de ter Omar Aziz como presidente da CPI da Pandemia, o que de fato é uma piada de muito mal gosto, porque o senador não tem nenhuma estatura moral para investigar ninguém, já que a sua família e ele próprio estão sendo investigados pelo MPF em operações que todos conhecemos: a famigerada “MAUS CAMINHOS” e a “VERTEX” . E o motivo é simplesmente desvios de verbas na SAÚDE – ressalte-se, neste caso, que o seu passaporte continua apreendido pela polícia federal.

Omar Aziz foi para o “All in”, está apostando tudo nessa CPI, entretanto, as reações tem sido devastadoras, as mídias sociais o achincalham, sua reeleição ao senado está seriamente ameaçada e o seu principal opositor, Coronel Menezes, passou a última semana inteira o taxando como a “VERGONHA DO AMAZONAS” e dizendo que será um prazer aposenta-lo em 2022, partiu assim, para um confronto direto, sem intermediários e nem subterfúgios, chamou-o para o centro do ringue. Essa será uma briga muito boa de acompanhar, eu aposto tudo no candidato do Presidente, inclusive, já quero deixar aqui o registro do meu voto.

Mudando um pouco de assunto, um passarinho me sussurrou que o próprio Omar tem uma chapa alternativa para lançar ao governo em 2022: Marcelo Ramos e Bi-Garcia,,,,,,

Essa conversa fica para outro dia ….

Que phase!

Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

🔶 “Somos especialistas em entregar resultados”, afirma coronel Menezes em entrevista à TV Record”

Candidato ao Senado pelo PL destacou sua atuação exitosa na área empresarial e no Exército e afirmou ser um...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img