Coluna 07 de @coronel.menezes
Tema: A politica como ela é, mas, com limites

Mais lidas
Gabriel
CEO do Foco no Fato. Engenheiro Civil, pós graduado em Pavimentação de Estradas e Rodovias e realizando um MBA em Gestão Empresarial pela FGV.

É fato que a política também é a arte de conversar e construir alianças, o Presidente Bolsonaro tem feito isso, conquistado republicanamente uma base de sustentação política que lhe dê governabilidade, o Brasil não é para amadores todos nós sabemos, requer capacidade e habilidade para tratar até com seus opositores e falsos aliados.
Nosso país com a quantidade de partidos virou uma colcha de retalhos, temos todas as tendências dentro de um manicômio partidário onde se confunde a direita, esquerda, centro, centro esquerda, centro direita e ainda os que não são nada e querem estar apenas ao lado de todos que chegam ao poder.


O Amazonas não foge a regra, já vimos alianças politicas de todas as formas, até as mais inesperadas, aquelas que você diz: IMPOSSÍVEL, já aconteceu de tudo. Podia aqui citar inúmeras, a última e mais inusitada, deu-se em 2016 quando Eduardo e Artur se aliaram para disputar e vencer a eleição para prefeitura deste ano, o novo “amor” durou pouco e na eleição seguinte já estavam se engalfinhando novamente.

Especificamente sobre a minha pessoa política, neste mundo novo que entrei a partir de 2020, disputando a eleição para prefeito e sendo honrado com 110.805 votos de manauaras que acreditaram que existe uma forma diferente de fazer politica, falando a verdade e conhecendo as necessidades de cada um, fiz uma campanha modesta, sem fundo partidário, com tempo de TV reduzidíssimo e sem coligaçoes, minha estratégia foi “gastar a sola do coturno” e usar as mídias sociais para divulgar minhas ideias, além de me apresentar para quem não me conhecia.


A politica precisa ter limites e eu os imponho de forma clara e transparente, posso afirmar com toda certeza e clareza que em nenhuma circunstância da minha trajetória, estarei ao lado do Senador OMAUS CAMINHOS que vergonhosamente preside a CPI DA PANDEMIA, pasmem, que investiga desvios na saúde e do Deputado Federal Marcelo Ramos, que sempre vociferou contra tudo e todos para no ato seguinte estar “ajoelhando-se no milho” daqueles que ele duramente criticava, ou seja, trata-se de um escorpião sempre pronto para a traição, essas duas figuras jamais estarão ao meu lado, esses dois representam exatamente o que eu combato e essa é a minha linha vermelha, como vermelho é a cor que representa o origem deles, ambos nascidos no PC do B.

Em 2022, com o Presidente Bolsonaro, vamos vencer novamente …..

Selva!

Artigo anteriorMAIS DE 50 MORTES
Próximo artigoPFIZER CHEGANDO
Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

🔶 Saiba quem são os vencedores dos Prêmios Literários Cidade de Manaus

Com 876 inscritos, os Prêmios Literários Cidade de Manaus premiaram nove participantes. Entre eles, Ricardo Lima da Silva que...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img