NOVA FÁBRICA NO MS

Mais lidas
Julio Gadelha
Secretário da Redação e Analista Profissional de Marketing formado pelo Uninorte-AM

Suzano (SUZB3) anuncio nesta quarta (12), que irá investir cerca de R$ 15 bi para construir nova fábrica que será maior do segmento de celulose. No estado do Mato Grosso. 

A empresa Suzano (SUZB3), a maior produtora de celulose de eucalipto do mundo. Fará investimento de R$ 14,7 bilhões para construir a maior fábrica de celulose de eucalipto do mundo.  Iniciando suas operações em meados de 2024 em Ribas do Rio Pardo (MS).

A nova fábrica, produzirá 2,3 milhões de toneladas anuais de celulose. E se diferencia das outras plantas industriais, por que , tem um raio médio de abastecimento de madeira de 60 km. Bem inferior ao 100 km de raio utilizados na maioria das outras fábricas. O que permite a Suzano uma redução de custos de produção tornando o empreendimento mais competitivo.

Porto de Santos  será a principal via de escoamento da produção da nova fábrica da Suzano em Ribas do Rio Pardo. A cidade é  ligada pela BR-262.

Os preparativos para o lançamento da unidade já duravam meses, com a empresa citando necessidade de redução da alavancagem antes de fazer o anúncio do investimento.

“Nossa alavancagem vai cair abaixo de três vezes até o final do ano, que é o limite de nossa política de endividamento. Essa trajetória abre espaço para novos investimentos”, afirmou o executivo. A Suzano terminou março com alavancagem em dólares de 3,8 vezes dívida líquida sobre lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda).

“Já compramos a madeira necessária para os primeiros anos de produção. Estamos com programa expressivo de plantio de eucalipto e temos completa tranquilidade sobre abastecimento de madeira”, disse o presidente-executivo da Suzano, Walter Schalka.

O financiamento do projeto, que terá desembolsos até 2024, representa um dos maiores investimentos privados do país,  feito com recursos da própria Suzano sem necessidade de contratação de novos financiamentos, afirmou o vice-presidente financeiro da companhia, Marcelo Bacci.

Após termino da obra de expansão, a Suzano terá produção majorada de 13,2 milhões de toneladas anuais, ante os 10,9 milhões produzidos atualmente. 

Com a  nova fábrica, o Mato Grosso do Sul, que abriga importantes biomas como o Pantanal e o Cerrado, vai abrigar, além da produção agrícola, quatro grandes instalações de produção de celulose, incluindo duas linhas da própria Suzano e uma da Eldorado Brasil, estas três na região de Três Lagoas. 


Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

🔶 Manaus realiza em setembro maior festival de artes integradas da Amazônia

SouManaus traz artistas nacionais e internacionais, celebra diversidade e sustentabilidade Manaus convida turistas de todo o Brasil para curtir quatro...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img