Coluna número 12 de @romulobotelho1
Tema: PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO – PSB: O ATRASO NA POLITICA DE SEGURANÇA PÚBLICA.

Mais lidas
Gabriel
CEO do Foco no Fato. Engenheiro Civil, pós graduado em Pavimentação de Estradas e Rodovias e realizando um MBA em Gestão Empresarial pela FGV.

É de amplo conhecimento a ação movida pelo Partido Socialista Brasileiro – PSB, o qual em seu pedido de medida cautelar formulado pelo Partido requereu através de uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental, a fim de que fossem concedidas monocraticamente todas as medidas cautelares deferidas no voto já proferido por ocasião da submissão do julgamento da medida cautelar ao Plenário Virtual, assim
como a concessão da ordem para: que não se realizem operações policiais em comunidades durante a epidemia do COVID-19, a não ser em hipóteses absolutamente excepcionais, que devem ser devidamente justificadas por escrito pela autoridade competente, com a comunicação imediata ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro – responsável pelo controle externo da atividade policial; e que, nos casos extraordinários de realização dessas operações durante a pandemia, sejam adotados cuidados excepcionais, devidamente identificados por escrito pela autoridade competente, para não colocar em risco ainda maior a população, a prestação de serviços públicos sanitários e o desempenho de atividades de ajuda humanitária.

Nesta ocasião o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, concedeu a liminar solicitada pelo PSB que pedia a suspensão de operações policiais nas comunidades do Rio de Janeiro enquanto perdurar a pandemia da Covid-19.

Em sua análise da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental nº 635, Fachin passou a considerar que as operações podem causar ainda mais prejuízo a uma população já fragilizada pelo risco do contágio pelo coronavírus em condições ruins de vida, pois tratam-se de locais com sérios problemas de saneamento básico.

Uma decisão pífia se não cômica de um Ministro do STF, que desautorizou operações policiais, mas não desautorizou a venda e o comércio do tráfico de drogas. Pois em período de pamdemia todo e qualquer Cidadão de bem está dentro de suas casas, e não nas ruas vendendo e consumindo entorpecentes.
O que se entende desta decisão é que ela corroborou com o crime, pois sem a presença do Estado com seu aparto de Segurança Pública o crime organizado só cresce. A pergunta que fica é: qual o interesse de todos os Partidos de esquerda em verem a Polícia não executando suas funções ? A quem interessa uma decisão jurídica dessa estirpe feita por um Ministro da suprema corte brasileira ? 

Artigo anterior“BOLSONARO IN RIO”
Próximo artigoSKATE BRASIL
Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

XENOFOBIA: Agência de publicidade do AM entra com recurso administrativo contra governo do RS por xenofobia

A agência de publicidade Digital Comunicação, com sede no Amazonas, entrou com um recurso administrativo contra a Secretaria Estadual...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img