EMENDAS: O Governo Federal está cumprindo seu papel com Manaus e também com todos os municípios do Amazonas

Mais lidas
Gabriel
CEO do Foco no Fato. Engenheiro Civil, pós graduado em Pavimentação de Estradas e Rodovias e realizando um MBA em Gestão Empresarial pela FGV.

Ecoam na mídia acusações que o governo federal está congelando o atendimento das emendas dos parlamentares, principalmente dos Senadores Omar Aziz e Eduardo Braga, essa é mais uma narrativa de perseguição criada por aqueles que na realidade perseguem.

A CPI da pandemia mostra claramente que a atuação dos nossos dois senadores têm objetivos bem definidos: Omar Aziz quer atingir diretamente o Presidente da República e o outro, Eduardo Braga, mira diretamente suas intenções pouco republicanas, querendo derrubar o governador Wilson Lima.

A forma injusta, caluniosa e desrespeitosa que os senadores do Amazonas se comportam com o governo federal nesta CPI da Pandemia, onde tentam a qualquer custo incriminar o ex-Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, o atual Marcelo Queiroga, de forma deliberada, trará consequências diretas para ambos, disso não se tem mais nenhuma dúvida.

Os dois senadores vaidosos e cheios de interesses e ambições pessoais, sofrerão agora as consequências dos seus atos, uma delas será a troca dos seus apaniguados dos cargos federais que ocupam no estado, essa decisão parece estar absolutamente tomada, o Presidente Bolsonaro sinaliza hoje que percebeu com clareza que Eduardo Braga e Omar Aziz serão aliados de Lula em 2022 e o governo federal suspendeu o repasse de 160 milhões de emendas, mas, continuará, embora dará continuidade aos investimentos nos municípios do interior do Amazonas e em Manaus, embora o fará, por outros caminhos, dando assim a oportunidade para os prefeitos se libertarem dessa verdadeira forma de prisão política que eles vivem submetidos.

A ida do Prefeito David Almeida até Bolsonaro, numa agenda organizada pelo Coronel Menezes, foi uma prova que existem outros caminhos para que os investimentos sejam mantidos no estado e o governo federal está disposto a fazê-los independente das emendas parlamentares.

Em 2022, Eduardo quer ser governador, Omar vai tentar se reeleger senador e ambos querem derrubar o Presidente Bolsonaro, apoiando Lula, mas, querem continuar usando descaradamente as benesses que o governo federal pode proporcionar. Tudo indica que o Presidente Bolsonaro acordou a tempo das eleições de 2022.

Os amazonenses vão saber julgar com o seu voto quem está realmente socorrendo o seu estado.

Estamos com foco no fato e nos investimentos.

Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

🔶 Novos ataques perto da maior usina nuclear da Europa geram temores com segurança

Os ataques se intensificaram no local da maior usina de energia nuclear da Europa durante a madrugada deste domingo, 7, enquanto o...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img