“ESCOLHEU A DEDO”: Marco Aurélio critica inquérito das fake news e diz que Toffoli escolheu a dedo quem seria o relator

Mais lidas
Gabriel
CEO do Foco no Fato. Engenheiro Civil, pós graduado em Pavimentação de Estradas e Rodovias e realizando um MBA em Gestão Empresarial pela FGV.

Recentemente, decano também criticou a CPI da Covid, em andamento no Senado(CLIQUE AQUI E VEJA A MATÉRIA“PALCO POLÍTICO”: Marco Aurélio vê CPI da Covid como ‘palco político’.)

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, nesta segunda-feira (21).

Ao ser questionado sobre o inquérito das fake news, na qual ele foi contra, Mello detalhou os motivos das críticas.

Segundo o magistrado, não foi legal a forma como as investigações foram abertas.

“Não concebo a própria vítima provocando a instauração do inquérito. E foi o que ocorreu. O presidente do Supremo na época, o Dias Toffoli, não só instaurou sem a provocação da polícia e do estado acusador, como também escolheu a dedo quem seria o relator [ministro Alexandre de Moraes]”, justificou o ministro.

O decano do Supremo também questionou os resultados da denúncia. De acordo com ele, mesmo após dois anos de inquérito, as investigações ainda seguem incertas.

“[…] Se tornou um inquérito, como eu disse, praticamente do fim do mundo. Porque nele cabe tudo o que vem a surgir […]”, acrescentou.

Publicidadespot_img

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

🔶 Saiba quem são os vencedores dos Prêmios Literários Cidade de Manaus

Com 876 inscritos, os Prêmios Literários Cidade de Manaus premiaram nove participantes. Entre eles, Ricardo Lima da Silva que...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img