PROTESTOS EM CUBA: Nicolás Maduro culpa os EUA pelos protestos em Cuba. Ditador venezuelano chama países de irmãos e critica embargos contra a ilha caribenha.

Mais lidas
Gabriel
CEO do Foco no Fato. Engenheiro Civil, pós graduado em Pavimentação de Estradas e Rodovias e realizando um MBA em Gestão Empresarial pela FGV.

O ditador venezuelano, Nicolás Maduro, culpou nesta terça-feira (13) os Estados Unidos pelos protestos em Cuba.

Segundo o tirano, Washington deve suspender embargos contra o país.

Maduro adotou a narrativa esquerdista de atribuir aos norte-americanos uma suposta “asfixia econômica” contra a ilha caribenha.

Em nenhum momento o líder venezuelano questionou o sistema de governo imposto por Havana ou levou em consideração as reivindicações dos cubanos.

Vale lembrar que os manifestantes pedem, sobretudo, o fim do domínio comunista sobre a ilha.

“Se os Estados Unidos e a oposição extremista querem realmente ajudar o povo cubano, levantem imediatamente todas as sanções e o bloqueio contra o povo cubano”, afirmou Maduro.

“Daqui, da mesa de negociações, do palácio presidencial, como disse ao telefone com o presidente Miguel Diaz-Canel, ofereço todo o apoio da República Bolivariana da Venezuela ao povo de Cuba”, acrescentou.

“Irmãos nos bons tempos, irmãos nos tempos ruins, sempre irmãos. Cuba sairá disso com a unidade e o apoio da maioria de seu povo heroico”, finalizou.

Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

Coluna 12 + 1 de @coronel.menezesTema: O voto impresso e auditável…….

O Brasil inteiro está acompanhando uma verdadeira cruzada presidencial na defesa do voto impresso e auditável, isso tem sido...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img