ISOLADO: Base do governo deve isolar Deputado Marcelo Ramos pela sua postura a favor do FUNDÃO

Mais lidas
Gabriel
CEO do Foco no Fato. Engenheiro Civil, pós graduado em Pavimentação de Estradas e Rodovias e realizando um MBA em Gestão Empresarial pela FGV.

O vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos, que era militante do PC do B e foi secretário no governo Lula, nunca escondeu sua tendencia esquerdista. O parlamentar agora decidiu entrar em uma guerra pessoal com o presidente, após ter sido exposto em uma manobra para aprovar o fundão eleitoral de quase R$ 6 bilhões.

Como retaliação, o deputado tentou emparedar o presidente, ameaçando aceitar um pedido de impeachment. Sua ação, segundo colegas de partido, pode deixa-lo isolado nessa briga. Os partidos de centro tentam costurar um valor de meio para o fundo eleitoral, porém o deputado amazonense atrapalha as negociações com suas bravatas.

Bolsonaro vai vetar o valor de R$ 5,7 bilhões e claro, haverá uma rodada de negociações para uma readequação do valor que deve chegar a metade do que foi aprovado, em uma sessão que contou com uma manobra do vice-presidente da Câmara em que presidia no momento e não aceitou que o “fundão” fosse votado em separado da LDO, impôs a base do governo o desgaste de votar na lei e ter esse “jabutí” pelo meio. Marcelo, aliado de Omar Aziz, apostou no desgaste do presidente e o feitiço está virando contra o feiticeiro.

Estamos com foco no fato e no ISOLAMENTO.

Publicidadespot_img

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

Coluna 12 + 1 de @coronel.menezesTema: O voto impresso e auditável…….

O Brasil inteiro está acompanhando uma verdadeira cruzada presidencial na defesa do voto impresso e auditável, isso tem sido...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img