MAIS VACINAS: Pfizer e BioNTech entram em acordo com Eurofarma para fabricação de vacina contra Covid. Produção deve alcançar os 100 milhões de doses sendo todas distribuídas exclusivamente para América Latina.

Mais lidas
Julio Cesar
Redator e Designer do Foco no Fato. Profissional de Marketing formado pelo Uninorte-AM.

A Pfizer e sua parceira alemã BioNTech disseram nesta quinta-feira (26) que assinaram acordo com a farmacêutica brasileira Eurofarma para fabricar a vacina contra Covid-19 que desenvolveram para distribuição na América Latina.


De acordo com o comunicado das empresa, a Eurofarma receberá o produto de instalações nos Estados Unidos e a fabricação das doses acabadas terá início em 2022. Em plena capacidade operacional, a produção deve alcançar os 100 milhões de doses já em 2022 e todas serão distribuídas exclusivamente na América Latina.


Vale lembrar que esta será a terceira parceria do Brasil para a produção de vacinas, outras duas já estão fechadas com o Instituto Butantan e o laboratório chinês Sinovac e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a farmacêutica AstraZeneca – ambas já em distribuição de doses para o Plano Nacional de Imunização (PNI).

Ainda, a vacina da Pfizer foi a primeira a obter registro definitivo no Brasil e já foi aplicada em 17,5% da população, cerca de 30 milhões de pessoas, segundo informações do Localiza-SUS. Assim, o imunizante já pode ser distribuído pelo SUS, inclusive, o Ministério da Saúde conta com as doses da Pfizer para fazer a aplicação das doses de reforços em idosos e imunossuprimidos a partir de 15 de setembro e para aplicar doses anuais, se assim for necessário

As atividades de transferência de tecnologia para a Eurofarma, além de desenvolvimento no local e instalação de equipamentos começarão imediatamente.


“Nossa nova colaboração com a Eurofarma expande nossa rede global de cadeia de suprimentos – nos ajudando a continuar fornecendo acesso justo e equitativo à nossa vacina. Continuaremos a explorar e buscar oportunidades como esta para ajudar a garantir que as vacinas estejam disponíveis para todos os que precisam”, disse Albert Bourla, presidente e CEO da Pfizer.


Maurizio Billi, Presidente da Eurofarma, afirmou que a empresa está disponibilizando os melhores recursos em capacidade industrial, tecnologia e qualidade para este projeto, a fim de “cumprir o contrato com excelência e contribuir com o abastecimento do mercado latino-americano”.
Até o momento, a Pfizer e a BioNTech enviaram mais de 1,3 bilhão de doses para mais de 120 países e territórios em todas as regiões do mundo. O objetivo é fornecer 2 bilhões de doses para países de baixa e média renda em 2021 e 2022 – 1 bilhão a cada ano.


Com informações da Reuters e InfoMoney

Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

TAXA DE JUROS: Mercado prevê que taxa básica de juros feche o ano em 8,75%. Expectativa é que o Copom eleve a Selic esta...

Diante do aumento da inflação, a expectativa do mercado financeiro é que a taxa básica de juros, a Selic,...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img