Coluna 28 de @fredmeloo Tema: Estadista ou Golpista eis a questão!!!

Mais lidas
Julio Cesar
Redator e Designer do Foco no Fato. Profissional de Marketing formado pelo Uninorte-AM.

O Presidente Bolsonaro viveu nesta semana um verdadeiro dilema, ele poderia ter se tornado um golpista extremamente popular, com apoio da grande maioria da população brasileira ou adotaria um comportamento de estadista e estenderia a mão para os seus inimigos em nome da pacificação do país, ele escolheu a segunda opção, mesmo sabendo que seria muito questionado pelos seus seguidores que já não suportam o comportamento arbitrário de alguns ministros do STF e das sabotagens constantes que ele sofre do congresso nacional.

Bolsonaro decidiu assumir o risco em nome do Brasil, país que ama e governa com dedicação, amor e carinho, ele simplesmente vive e respira as cores da sua pátria, trava diariamente uma guerra hercúlea contra forças ocultas e aparentes, os inimigos parecem estar por todos os flancos, seja no STF, no Congresso, nos Ministérios, nas secretarias, autarquias, na mídia de uma forma hegemônica, tudo isso aparelhado durante 20 anos de governos de esquerda, PSDB com FHC e depois o PT com o ex-presidiário Lula e com a humorista Dilma Rousseff que decidiram fazer do Brasil o seu próprio negócio, doaram refinarias na Bolívia, mandaram dinheiro de forma abundante para os seus ditadores de estimação, escolherem vinte empresários para serem seus caixas e principais financiadores, entupiram de funcionários a máquina pública, num aparelhamento inacreditável, isso para não falar de Petrobras, enfim, foi uma farra que contemplava muitos interesses, a Globo por exemplo recebia bilhões anualmente, são muitas as frentes de batalha que o presidente abriu e este jogo não é e nem será nada fácil de ser vencido.

Ninguém deve pensar que o nobre gesto do Presidente Bolsonaro produzirá efeitos práticos, as forças contrárias a ele continuarão na sua cruzada para derrubá-lo, eles vão entender o seu ato como sinal de fraqueza, irão intensificar suas tentativas de impeachment, o Congresso continuará hostil, teve deputado federal já bradando que o ano tinha acabado, nada mais seria votado em 2021, também o STF e seus onze deuses do Olimpo, continuarão com as suas interpretações próprias da nossa constituição federal, mandando prender aliados da presidência e condenando sem julgamento pessoas que emitem sua opinião a prisão,, a grandeza do presidente terá pouco efeito na prática, assim eu penso, difícil estar equivocado neste contexto.

Interessante ressaltar, que mesmo diante deste cenário, o Presidente se recusou a ser um “golpista”, preferiu ser um ESTADISTA, não deu ouvidos a voz das ruas, aqueles milhões de brasileiros que foram às ruas, empunhando a bandeira do Brasil e vestidos de verde e amarelo para pedir que ele tomasse providências, que ele fizesse o que deveria ser feito, nem assim, diante de todos os apelos, ele caiu na tentação de fechar o STF, romper com o Congresso e não cumprir o seu juramento de servir a pátria cumprindo rigorosamente as quatro linhas da constituição, motivos não lhe faltaram, o que sobrou foi consciência e serenidade para tomar a decisão correta mesmo contrariando o que lhe sustenta no poder: O POVO.

Não deve ter sido fácil resistir…
Foi PHODA!

Que phase!

Publicidadespot_img

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

MAIS VACINAS: Acordo permitirá compra de 100 milhões de doses de vacina para 2022. Pfizer deve iniciar entrega de imunizantes no primeiro trimestre.

O Ministério da Saúde e a farmacêutica Pfizer assinaram nesta segunda-feira (29) contrato para a compra de 100 milhões...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img