ÁFRICA DO SUL: Os tubarões brancos estão sendo caçados e não são pelos humanos.

Mais lidas
Julio Cesar
Redator e Designer do Foco no Fato. Profissional de Marketing formado pelo Uninorte-AM.

O mar na costa da África do Sul é o palco de uma batalha até então inédita no reino animal. Orcas e os grandes tubarões brancos sempre estiveram no topo de suas cadeias alimentares – sem nunca interferirem uns com os outros.
Mas, agora, depois de corpos de três tubarões brancos aparecerem em praias sul-africanas durante o mês maio de 2017, apresentando ferimentos com as mesmas características, os cientistas afirmam que eles estão sendo caçados pelas orcas.

As orcas costumam atacar em grupo e alguns delas se especializam na caça de espécies específicas. De acordo com o Mirror, os especialistas afirmam que os corpos dos tubarões brancos indicam que eles foram mortos após terem seus fígados removidos – o que seria uma “marca registrada” das orcas.

Segundo a cientista Ingrid Visser, que estuda orcas há mais de vinte anos, elas criam fortes correntes com o movimento de suas caudas, forçando os tubarões a emergirem: é nesse momento em que elas atacam.

Explicação

A bióloga Alison Towner, da organização Dyer Island Conservation Trust, afirma que só há registros de orcas atacando tubarões brancos em duas vezes – nenhuma delas na costa sul-africana.

Para ela, as baleias podem ter se voltado aos tubarões por uma redução na população das espécies que são suas presas habituais, como resultado da poluição das águas e também das mudanças climáticas.

O fígado dos tubarões brancos, que pode pesar mais de 60kg e é rico em matéria orgânica, seria um substituto alimentar ideal para as baleias.

Estratégia

Um elemento chave no ataque orquestrado é o trabalho em equipe que caracteriza as orcas. “Uma orca pode medir até nove metros e pesar cerca de nove toneladas. Um tubarão branco, em comparação, pode medir até 6,4 metros e pesar até duas toneladas”, pontuou Towner.
A grande vantagem das orcas na hora do ataque não é, no entanto, o tamanho, mas a estratégia de ação coordenada.

“Os tubarões brancos, diferentemente das orcas, são geralmente animais solitários. Só se juntam de vez em quando em volta de suas presas ao longo das faixas costeiras. É por isso que não têm o valor agregado das orcas de trabalhar em grupo”.

E esse espírito de equipe é tão forte, que é provável, segundo Towner, que também compartilhem o fígado extraído de suas presas.

Depósito de energia

Ainda não está claro por que as orcas descartam as carcaças dos tubarões, apesar de precisarem consumir o equivalente a quase 3% de seu peso todos os dias para sobreviver. Mas faz sentido que consumam o fígado dos animais.

Este órgão contém uma grande quantidade de esqualeno, composto natural que fornece energia e nutrientes em abundância.
Além disso, os fígados dos tubarões são ricos em lipídios e são um verdadeiro depósito de energia, que contém vitamina C, B12, A, ferro, niacina, sódio e carboidratos, entre outros nutrientes.

Ainda não se sabe muito a respeito da preferência das orcas pelo fígado de suas presas, mas os tubarões brancos também têm sua estratégia.


Enquanto as orcas estavam na costa da África do Sul, diminuiu o número de tubarões brancos na região. Mas assim que elas se mudaram para outro local em busca de presas, os tubarões brancos começaram a voltar.

Fonte: Realidade Simulada

Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

AÇÃO CONJUNTA: PMM e Governo do Estado unem esforços pelo bem de Manaus e anunciam investimentos de R$ 580 mi em Infraestrutura e Mobilidade...

Anúncio foi feito por David Almeida e Wilson Lima durante reinauguração do Parque Rio Negro neste domingo Há pelo menos...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img