CASSADO: Prefeito de Codajás tem seu mandato cassado. Eleições suplementares serão marcadas.

Mais lidas
Julio Cesar
Redator e Designer do Foco no Fato. Profissional de Marketing formado pelo Uninorte-AM.

O juiz Geildson de Souza Lima, da 7ª Zona Eleitoral, cassou o mandato do prefeito de Codajás, Antonio Ferreira dos Santos, o “Tonho” (Progressistas) e de seu vice, Cleucivan Gonçalves Reis, o Professor Claucivan (Avante), por abuso do poder econômico. Ele também declarou os dois inelegíveis por oito anos. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) decidirá a data de uma eleição suplementar que escolherá o novo prefeito. Enquanto isso, a Prefeitura será tocada pelo presidente da Câmara, Cleberton Marques Antunes, o Betinho (PROS).

“Tonho”, que é comerciante, foi acusado pelo adversário, o engenheiro Miquéias Paz Carvalho (MDB), de usar recursos não declarados na campanha. O acusador conseguiu reunir provas de que Jozenilson Pontes, o “Carequinha”, coordenador da campanha do prefeito, levantou mais de R$ 70 mil em espécie junto a comerciantes locais, para comprar bens destinados à corrupção eleitoral, como ranchos e telhas.

O empresário Sebastião Andrade Araújo, proprietário do Comercial Atlântico, foi um dos fornecedores. A Justiça Eleitoral chegou a apreender 233 cestas básicas que estavam sendo distribuídas por “Carequinha” e pelo vice-prefeito.

Cabe recurso ao TRE-AM.

Estamos com foco no fato e nas novas eleições em Codajás.

Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

AÇÃO CONJUNTA: PMM e Governo do Estado unem esforços pelo bem de Manaus e anunciam investimentos de R$ 580 mi em Infraestrutura e Mobilidade...

Anúncio foi feito por David Almeida e Wilson Lima durante reinauguração do Parque Rio Negro neste domingo Há pelo menos...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img