ÁFRICA: Nigéria revela orçamento recorde de US $ 39,8 bilhões para 2022, gastando até 25% mais do que no ano anterior.

Mais lidas
Julio Cesar
Redator e Designer do Foco no Fato. Profissional de Marketing formado pelo Uninorte-AM.

O presidente da Nigéria divulgou um orçamento recorde de 16,39 trilhões de nairas (US $ 39,8 bilhões) para 2022 na quinta-feira (7), com um aumento anual projetado de 25% nos gastos do governo, enquanto a economia luta com o impacto da pandemia.

O plano para o país mais populoso da África e o maior exportador de petróleo pressupõe uma produção de petróleo bruto de 1,88 milhão de barris por dia e um preço do petróleo de US $ 57 por barril, disse Muhammadu Buhari.

O déficit aumentaria para 6,26 trilhões de nairas, ou 3,39% do PIB, financiado principalmente por novos empréstimos e privatizações, disse ele em uma sessão conjunta das duas casas do parlamento.

“Alguns expressaram preocupação com nosso recurso a empréstimos para financiar nossas lacunas fiscais. Eles têm razão em se preocupar. No entanto, acreditamos que o nível de endividamento do Governo Federal ainda está dentro de limites sustentáveis”, disse.

“É improvável que nossa recuperação de cada uma das duas recessões tivesse acontecido tão rápido sem os gastos sustentados do governo financiados por dívida”, acrescentou ele, referindo-se à recessão de 2016 e à crise de 2020 provocada pela COVID-19.

Buhari confirmou uma previsão de crescimento do PIB para 2022 publicada anteriormente de 4,2% e uma projeção de inflação de 13%.

“Nossa meta a médio prazo é aumentar a proporção de receita em relação ao PIB de cerca de 8% atualmente para 15% até 2025”, disse Buhari.

“Nesse nível de receitas, a relação entre o serviço da dívida e a receita deixará de ser preocupante. Simplificando, não temos um problema de sustentabilidade da dívida, mas um desafio de receita que estamos determinados a enfrentar para garantir que nossas dívidas permaneçam sustentáveis . “

A Nigéria aprovou uma série de orçamentos recordes desde que Buhari assumiu o cargo em 2015, mas o país tem lutado para financiar os planos de gastos devido às baixas receitas. A pandemia agravou os problemas de receita.

A projeção é que a economia cresça até 3% este ano, após ter crescido 5% no segundo trimestre. Contraiu em 2020 devido à pandemia, embora tenha conseguido sair da recessão no quarto trimestre, mas o crescimento é frágil.

Fonte: REUTERS

Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

AÇÃO CONJUNTA: PMM e Governo do Estado unem esforços pelo bem de Manaus e anunciam investimentos de R$ 580 mi em Infraestrutura e Mobilidade...

Anúncio foi feito por David Almeida e Wilson Lima durante reinauguração do Parque Rio Negro neste domingo Há pelo menos...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img