NIÓBIO É O FUTURO: Ministro do MCTI apresenta projetos com nióbio ao presidente Jair Bolsonaro. O chefe do executivo foi acompanhado de Marcos Pontes nas instalações do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM/MCTI) em Campinas (SP) durante a Feira Nacional do Nióbio

Mais lidas
Julio Cesar
Redator e Designer do Foco no Fato. Profissional de Marketing formado pelo Uninorte-AM.

O presidente da República Jair Bolsonaro esteve, nesta sexta-feira (8), nas instalações do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), organização social vinculada ao MCTI – Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações. Durante a visita guiada pelo ministro do MCTI, astronauta Marcos Pontes, o presidente Jair Bolsonaro conheceu projetos desenvolvidos por instituições de pesquisa e empresas relacionadas com o uso do nióbio. “Isso em que o governo está investindo agora, o nióbio, é o futuro. O Brasil não pode mais ficar apenas sendo um país dependente de commodities”, destacou o presidente da República durante a passagem pelos estandes. 

Estiveram no CNPEM/MCTI em Campinas, o presidente da República e uma comitiva de ministros de estado para a abertura da 1ª Feira Nacional do Nióbio. O evento tem o objetivo de apresentar para a comunidade internacional as diversas aplicações do mineral encontrado com abundância no Brasil. O nióbio é utilizado para a fabricação de ligas metálicas que podem compor peças automotivas, estruturas da construção civil, equipamentos médicos e outros produtos do dia a dia. Como diferencial de outros minerais, o nióbio torna o metal mais resistente ao calor e ao desgaste além de ser um excelente condutor de energia.  

Uma das estruturas do CNPEM/MCTI é o Laboratório Nacional de Luz Síncroton (LNLS), que abriga o Sirius, o acelerador de partícula brasileiro e única fonte de luz Síncrotron da América Latina. Na ocasião, o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Marcos Pontes inauguraram cinco novas linhas de luz síncroton do Sirius que vão permitir uma série de avanços em pesquisas realizadas na instalação. O CNPEM/MCTI também abriga o Laboratório Nacional de Biociências (LNBio), o Laboratório Nacional de Biorrenováveis (LNBR) e o Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano). 


Durante a passagem do presidente pelo CNPEM/MCTI foram inauguradas também novas instalações do Laboratório Nacional de Nanotecnologia. As novas instalações vão permitir a deposição e tratamento de resinas especiais; litografia por feixe de elétrons e por feixe de íons e processos de deposição e corrosão de filmes finos.

Fonte: Governo Federal

Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

AÇÃO CONJUNTA: PMM e Governo do Estado unem esforços pelo bem de Manaus e anunciam investimentos de R$ 580 mi em Infraestrutura e Mobilidade...

Anúncio foi feito por David Almeida e Wilson Lima durante reinauguração do Parque Rio Negro neste domingo Há pelo menos...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img