NOVA VARIANTE: Ômicron não vai ser diferente de outras variantes, diz Ministro da Saúde.

Mais lidas
Julio Cesar
Redator e Designer do Foco no Fato. Profissional de Marketing formado pelo Uninorte-AM.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta segunda-feira (29) que a variante ômicron do coronavírus, descoberta na África do Sul, não será diferente de outras já identificadas.

Queiroga disse ter conversado com Tedros Adhanom, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), sobre a variante e que não vê perspectiva de “retrocessos” no País em relação às primeiras e segundas ondas da pandemia, mais letais.

O ministro .defendeu que os cuidados com a ômicron se mantenham os mesmos adotados em relação à pandemia, com avanço da vacinação e fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Não achamos que vai ser diferente das outras variantes. A resposta é a vacinação. Temos um sistema de saúde capaz de dar as respostas no caso de uma variante dessa ter uma letalidade maior”, disse o ministro em entrevista coletiva após a assinatura de contrato para compra de 100 milhões de doses da vacina da Pfizer pelo governo federal para 2022.

O ministro ainda pregou que, apesar de ter sido classificada como variante de preocupação pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a ômicron não deve ser encarada como “variante de desespero”.

“O Ministério da Saúde está vigilante e preparado para essas novas demandas. Pode surgir variante em qualquer lugar. Oa cuidados são os mesmos adotados desde o início da pandemia.”

Queiroga também negou a possibilidade de reduzir o intervalo para a terceira dose, atualmente de após cinco meses da aplicação da segunda, diante da nova variante. A medida é cogitada no Reino Unido.

“Não se pode querer uma ciência self service. Para umas coisas, se quer evidência científica de nível A. Para outros, não tem evidência, só a opinião de um secretário municipal. Não pode ser assim”, criticou.

Fonte: Agência Estado

Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

ORIGEM ESTRANHA: 78% do faturamento de empresa que contratou Moro veio de alvos da Lava Jato.

Empresa que contratou Sergio Moro (Podemos) após o ex-juiz deixar o Ministério da Justiça em 2020, a Alvarez &...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img