Assembleia Legislativa de Santa Catarina autoriza CPI do Aborto

Mais lidas
Luyza Rodrigues
Redatora e Universitária de Jornalismo pela UniNorte - AM

A Procuradoria da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) sinalizou em favor da abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Aborto, que pretende investigar as circunstâncias da interrupção forçada da gravidez de uma menina de 11 anos de idade.

Em nota, a Procuradoria informou que o pedido para a instalação do colegiado seguiu todos os pré-requisitos legais e, por consequência, o presidente da Alesc, Moacir Sopelsa (MDB), decidiu criar a CPI.

Em 22 de junho, conforme registrou o Conexão Política, a jovem foi submetida ao aborto. O procedimento aconteceu no Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e teve o aval do do Ministério Público Federal (MPF), que formalizou uma recomendação à instituição.

O inquérito da Polícia Civil (PC-SC) sobre o caso concluiu que o suspeito de manter relações sexuais com ela é também um criança, de 13 anos.

A iniciativa da chamada “CPI do Aborto” é da deputada estadual Ana Campagnolo, do PL, e conta com o apoio de 21 parlamentares.

Fonte: Conexão Política

Estamos com foco no fato.

Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

🔶 “Somos especialistas em entregar resultados”, afirma coronel Menezes em entrevista à TV Record”

Candidato ao Senado pelo PL destacou sua atuação exitosa na área empresarial e no Exército e afirmou ser um...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img