🔶 C6 Bank lidera pela 3ª vez seguida ranking de reclamações do BC; veja lista

Mais lidas
Luyza Rodrigues
Redatora e Universitária de Jornalismo pela UniNorte - AM

O C6 Bank é o líder de reclamações no primeiro trimestre deste ano entre as 15 maiores instituições financeiras do país, com índice de 77,99 pontos, segundo ranking divulgado pelo Banco Central nesta quinta-feira (21). A instituição aparece no topo da lista pela terceira vez consecutiva.

O banco, que tem mais de 16 milhões de clientes, recebeu 1.265 queixas procedentes nos três primeiros meses do ano. Em segundo lugar na lista aparece o BTG Pactual/Banco Pan, com 68,20 pontos, tendo registrado 1.290 reclamações procedentes em uma carteira de 18,9 milhões de clientes. O banco Inter é o terceiro colocado, com 48,85 pontos, sendo 833 queixas procedentes em meio a 17 milhões de clientes.

O indicador leva em conta o total de queixas consideradas procedentes dividido pelo número de clientes de cada instituição e multiplicado por um milhão. Pior foi o desempenho no período quanto maior a pontuação obtida.

A maior parte das reclamações contra o C6 Bank foi sobre irregularidades relativas a “integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços, exceto as relacionadas a cartão de crédito, cartão de débito, internet banking, ATM, credenciadora e operação de crédito.”

Irregularidades relativas aos serviços relacionados a cartões de crédito também estão entre as queixas, bem como oferta ou prestação de informação sobre crédito consignado de forma inadequada.

Em nota, as três líderes do ranking –C6 Bank, Banco Pan e Inter– disseram estar investindo esforços para promover melhorias na experiência de seus clientes.

O primeiro ranking de reclamações do ano foi divulgado com defasagem de três meses devido à greve dos servidores do BC, que durou de 1º de abril até 5 de julho, com uma trégua de duas semanas no período. A lista seria publicada originalmente no dia 20 de abril.

Nesta quinta, o BC comunicou o cancelamento da divulgação da lista referente ao segundo trimestre, que estava prevista para este mês de julho. “Pelo mesmo motivo [recente greve], o cálculo do ranking de reclamações do segundo trimestre restou prejudicado, impedindo sua publicação”.

Segundo a autoridade monetária, a programação voltará ao normal em outubro, quando será publicado o ranking com as queixas relativas ao terceiro trimestre do ano. O BC ainda informou que o ranking de qualidade de ouvidorias foi descontinuado.

“Informações relevantes relacionadas ao serviço de ouvidoria das instituições reguladas serão incorporadas ao ranking de reclamações, ampliando a precisão e a qualidade da análise”, disse.

Fonte: Folha de S. Paulo

Estamos com foco no fato.

Publicidadespot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidadespot_img
Últimas notícias

🔶 Manaus realiza em setembro maior festival de artes integradas da Amazônia

SouManaus traz artistas nacionais e internacionais, celebra diversidade e sustentabilidade Manaus convida turistas de todo o Brasil para curtir quatro...
Publicidadespot_img

More Articles Like This

Publicidadespot_img