HomeEducação

🔶Seduc vai retomar aula via internet em caso de nova seca no Amazonas

🔶Seduc vai retomar aula via internet em caso de nova seca no Amazonas

A Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar do Amazonas (Seduc-AM) disponibilizará aula, material didático e merenda em casa para estudante

🔶Mais de 10 prefeituras do Amazonas fecham o primeiro semestre no vermelho
🔶Amazonas tem 23 municípios em estado de emergência devido à seca
🔶Justiça eleitoral mantém cassação de prefeito de Manicoré, que permanece no cargo

A Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar do Amazonas (Seduc-AM) disponibilizará aula, material didático e merenda em casa para estudantes da rede pública estadual, caso haja nova seca dos rios no estado. O método foi adotado em 2023 durante a estiagem prolongada que impossibilitou o acesso de alunos às escolas no interior.

Definidas para a Operação Estiagem 2024, as medidas são para manter as atividades escolares sem interrupção do ano letivo. Essa espécie de plano de contenção foi definida pelos profissionais de educação na quinta-feira (16) e inclui a entrega de livros e apostilas na casa dos alunos e o acesso digital aos conteúdos educacionais. A Secretaria de Educação enviará o plano para a Defesa Civil.

Os programas Aula em Casa e Merenda Em Casa serão as principais iniciativas a serem aprimoradas. Em 2023, mais de 7 mil alunos foram impactados pela estiagem.

No ano passado, o Guia de Estudo foi o documento orientador do Aula em Casa. Este material será atualizado e disponibilizado digitalmente para download e impressão até o final do mês de julho. As impressões e a distribuição para os estudantes serão feitas pelas escolas de cada município.

A mobilização é para garantir as aulas dos anos iniciais (1º ao 5º ano), finais (6º ao 9º ano) do ensino médio, da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e do ensino mediado.

A resolução nº 121, aprovada em outubro de 2023 pelo Conselho Estadual de Educação do Amazonas, regulamentou o regime especial de aulas não presenciais, em caráter excepcional, nas escolas da rede estadual de ensino durante a estiagem.

Para além da estiagem de 2024, a Secretaria de Educação também pretende criar um plano garantir o ensino em eventos climáticos extremos, como as grandes cheias.

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0